Roberto Santiago!

30 de novembro de 2011

Câmara de negociação aprova marco legal da terceirização

Uma semana após ter seu relatório aprovado por 14 votos a dois, na Comissão Especial do Trabalho Terceirizado da Câmara Federal , o deputado Roberto Santiago (PSD-SP), vice-presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), contabiliza mais uma vitória para os 10 milhões de trabalhadores dessa modalidade no país. O texto que traz o marco legal sobre o tema passou por 7 votos contra um, nesta terça-feira (29), na Câmara de Negociação criada pelo presidente da Casa, deputado Marco Maia, para dissolver impasses sobrematérias fundamentais para empresários e trabalhadores, que tramitam na Câmara Federal.Roberto Santiago, que tem perfil conciliador, compõe a Câmara de Negociação. Assim, o relatório do parlamentar que define as primeiras regras que garantem os pagamentos e dignificam o trabalhador terceirizado é encaminhado à CCJ com mais esse reforço, antes deir avoto no plenário.“Do jeito que está não dá mais para ficar. O setor completamente permissivo, não há regras, está viciado em sobrecarregá-los, em tirar dessas dez milhões de pessoas o sumo, para depois descartá-las.Este é o relatório tecnicamente possível, politicamente aceitávele é sem dúvida um momento histórico”.